As solas dos pés pousam na suave areia rosada, enquanto a água morna envolve delicadamente seus corpos, e seus cabelos são acariciados por uma leve brisa. Juntos, vocês nadam até uma lagoa tão clara que dá para ver, a vários metros de distância, um cardume colorido de peixes-papagaio.

Não há mais ninguém à vista, só você, seu amor e palmeiras ao vento. Jacques Cousteau deu base científica ao ambiente paradisíaco de Tikehau em 1987, ao afirmar que a ilha tem a maior variedade de espécies de peixes da Polinésia Francesa.

Nade ao lado de peixes coloridos, arraias e tubarões de recife que habitam as esplêndidas paisagens de coral.

Vá de caiaque a enseadas turquesa desertas, use o vento para praticar kitesuif e surfe, faça snorkeling ou mergulhe na correnteza do Canal de Tuheiava: dentro d’água ou em cima dela, tudo parece um caleidoscópio azul salpicado pelos raios de sol.

E depois há a terra. Pense em uma foto de cartão-postal de uma ilhota plana e deserta cercada por uma praia de areia branca e apenas um grupo de coqueiros no meio.

Agora imagine dúzias delas, algumas com vários quilômetros de extensão, outras de tamanho suficiente para sustentar um único coqueiro, todas arranjadas em círculo ao redor de uma gigantesca lagoa azul-turquesa – isso é um atol.

Agora coloque nessas ilhotas pequenas baías emolduradas por areia branca e rosada. Essa erosão única é o que faz Tikehau destacar-se como um dos atóis mais bonitos da região.

Luxo em meio a natureza o aguarda no grandioso Tikehau Pearl Beach Resort, em estilo palafita, ou no naturalista Ninamu Resort.

Ambos estão em ilhas particulares repletas de coqueiros, cuja beleza rivaliza com o que há de mais bonito em Bora Bora – e com uma privacidade incomparável.

Saboreie a ótima cozinha fusion franco-polinésia, durma em lençóis ultramacios e comungue com as estrelas, o mar e com o seu companheiro de viagem.